06 junho, 2017

Iniciação em Palhaçaria Feminina acontece em Salvador em julho e Agosto


Iniciação em Palhaçaria Feminina acontece em Salvador em julho e Agosto
Vivências serão ministradas pela atriz e palhaça Felícia de Castro

Serviço
O quê: 7ª edição do Palhaças, Bem  Vindas Sois Vós - O RISO QUE HABITA O VENTRE DA TERRA
Quando: Ritos de Iniciação: 21, 22, 23 e 28, 29 e 30 de julho (sextas das 19 às 22 h / Sábados e Domingos 09 às 18 h)
Onde: Casa AmarEla (Rua Curva do Vinicius - 334D - Itapuã)
Investimento: R$ 810,00 um curso / R$ 1.500,00 os dois cursos (Iniciação + Aprofundamento)
Mais informações: palhacabemvindassoisvos@gmail.com

A atriz-pesquisadora e palhaça Felícia de Castro realiza nos dois últimos finais de semana de julho (21, 22, 23, 28, 29 e 30 - sexta a domingo) a sétima edição do curso de iniciação Palhaças, Bem Vindas Sois Vós – O Riso que habita o ventre da terra, na Casa AmarEla (Itapuã). A vivência alinha Palhaçaria Pessoal e Sagrado Feminino.
As oficinas são para mulheres acima de 18 anos com disponibilidade física e emocional, não precisando necessariamente ser artista. “O Palhaças, Bem Vindas Sois Vós é também para educadoras, terapeutas, estudantes e qualquer mulher que queira se beneficiar com esta vivência e aprender esta técnica”, pontua a palhaça que promove cursos de  palhaçaria há mais de 15 anos.
Metodologia
Nestes Ritos de Iniciação, os três arquétipos clássicos do palhaço são abordados de forma particular. Na jornada desenvolvida ao longo de dez anos por Felícia, caminhamos em direção à ancestralidade cômica que habita toda mulher através do acesso à Mulher Selvagem (Grotesco/Bufão), à Criança Mágica (Augusto) e à Guerreira (Branco). Estes ritos fazem aflorar os estados sensíveis e afetivos para a atuação da Palhaça, criando uma memória corporal que leva ao desenvolvimento do repertório de ações e reações que irão compor a figura cômica.
“Acessamos a comicidade a partir de um estado de intensa consciência sensorial. Este curso é um mergulho em um humor que não pertence ao intelecto, mas ao próprio corpo. O riso como lado oculto e ancestral da sexualidade feminina. Tocar partes misteriosas do inconsciente caminhando para uma cura que leva à criação e para uma criação que leva à cura”, específica Felícia de Castro.
Além dos arquétipos e dinâmicas de palhaçaria, a vivência trabalha com mitos que ancoram a presença ancestral da mulher cômica ao longo da nossa história e combina muita dança, elementos da técnica do teatro físico, exercícios e jogos teatrais, improvisação, dinâmicas de sensibilização e criatividade, números clássicos de palhaço, brincadeiras tradicionais, canções e danças populares brasileiras, elementos da dança Butoh, exibição de filmes, e composição de figurinos, desenhos e exercícios de artes visuais.
A ritualidade é totalmente presente neste processo criativo, pois leva as mulheres a “rasgarem-se”. O Ritual aqui leva a um desnude para que elas se reinventem dentre os comportamentos sociais impostos e se empoderem através da religação com suas ancestralidades. ‘’A ritualidade do sagrado feminino é o que sustenta o trabalho. A Arte é inseparável do ritual e a palhaçaria é dança’’, reforça a Felícia de Castro, que realiza especificamente este curso uma vez ao ano.
Este trabalho é protegido pelo foco da criação artística, sendo um processo de auto investigação e superação de limites, porém sempre focado no nascimento da palhaça e no desenvolvimento de cenas e material de trabalho de acordo com a busca de cada participante.
“Os encontros buscarão a organicidade, a dilatação da presença cênica, a fluência dos impulsos vivos e geração de material criativo. O estudo abordará a comicidade feminina e suas especificidades, a partir do estímulo de um caminho pessoal e da independência criativa. É um espaço para aprofundar e expandir o repertório de ações e reações, qualidades de energia e a imaginação de cada palhaça” reforça.
As catarses são muito bem direcionadas e conduzidas pela criatividade. “A vivência é um espaço de liberação, abertura, vulnerabilidade e entrega. Por isso, ocorrem as catarses que culminam no desenvolvimento da palhaça. Embora de foco artístico o processo se desdobra também em experiências profundas de autoconhecimento. É importante lembrar que arte cura”, descreve a atriz. O curso tem uma carga horária de 40h e ocorrerá na Casa AmarEla, (Rua Curva do Vinicius - 334D - Itapuã). O valor desta vivência é R$ 810.
Aprofundamento e Criação
Nos dois últimos finais de semana de agosto (18, 19, 20 e 25, 26, 27), Felícia de Castro ministra a vivência de Aprofundamento e Criação, que visa a geração de material criativo a partir do mergulho nas dimensões do grotesco, da criança mágica e da guerreira.  Para este curso é pré-requisito ter participado de algum curso ou Vivência Palhaças, Bem-Vindas Sois Vós.

“Faremos jogos e criaremos cenas a partir do desenvolvimento destes estados sensíveis e de materiais trazidos pelas participantes. Culmina em uma mostra no final do curso a ser apresentada na Casa Guió (Rio Vermelho)”, explica Felícia. A primeira semana do curso de aprofundamento - dias 18, 19 e 20 - ocorrerá em formato de imersão no Espaço Transcendence (Linha Verde, sentido Praia do Forte).

31 janeiro, 2017

PALHAÇAS BEM VINDAS SOIS VÓS, EM MARÇO, NO VALE DO CAPÃO


VIVÊNCIA DE PALHAÇARIA PESSOAL ALINHADA AO SAGRADO FEMININO



VEJA DEPOIMENTOS DE MULHERES QUE PARTICIPARAM: https://goo.gl/oViYED


Acontecerá pela primeira vez na Chapada Diamantina, a Vivência Palhaças, Bem Vindas Sois Vós - estudo prático da comicidade feminina, pesquisa desenvolvida pela artista Felícia de Castro, que promove uma formação anual na cidade de Salvador/BA há dez anos.
A Vivência alinha palhaçaria pessoal e sagrado feminino tendo em vista que o riso - como aspecto oculto e ancestral da sexualidade feminina - sempre foi instrumento de transformação e desde tempos antigos esteve presente em ritos associados à vida e à fertilidade.
Nos encontramos nesta Vivência para despertar o riso que habita o ventre da terra.
A busca e desenvolvimento da palhaça e sua cena acontece aqui através do contato com aspectos do feminino que pertencem à terra fértil. Dançamos a natureza selvagem. Aprendemos a nos mover a partir da escuta dos impulsos íntimos e conectamos com nosso movimento autêntico, com o outro e com o ambiente. Acessamos a comicidade a partir de um estado de intensa consciência sensorial. Mergulhamos em um humor que não pertence ao intelecto, mas ao próprio corpo. Trabalhamos com a prática libertadora da comicidade pessoal potencializada pelo mergulho curativo no sagrado feminino.
Palhaças, Bem Vindas Sois Vós é uma roda de amor que funciona como um suporte acolhedor para encarar os tocantes desafios de desarmar-se e de expor a si mesma, que regem a arte da palhaçaria. O mergulho em ambos - palhaçaria e sagrado feminino - leva a mulher a descobrir-se como uma força da natureza e a revelar a expressão da beleza exuberante e do grotesco tenebroso que é inerente à terra.
*Não é preciso ter iniciação em palhaçaria. Palhaças atuantes aproveitam o portal para criar. Palhaças recém iniciadas mergulham nesse espaço para se desenvolver.
Felícia de Castro é mãe, atriz, criadora e pesquisadora da arte-ritual, dos cantos, danças e imaginários das culturas brasileiras, e da palhaçaria pessoal alinhada ao sagrado feminino. Mestra em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Iniciada na arte da palhaçaria em 1999 pelo Lume Teatro.
INFORMAÇÕES
Datas: 28, 29 e 30 de março de 2017
Horários: 09 às 17 h
Reciprocidade: R$ 530 reais (em até duas vezes, uma parcela no ato da inscrição e a segunda até 13 de março)
Local: Sítio Ad Libitum (Vale do Capão – Caeté Açu – Bahia)

CONTATO

licoaraujo@gmail.com ou wathsapp +49 1521 9212877

palhacasbemvindassoisvos@gmail.com

Conheça mais:
arte e foto: Nti Uirá / performance Felícia de Castro

05 outubro, 2016

Em Porto Alegre e Floripa!




INSCREVA-SE AQUI  

PALHAÇARIA PESSOAL ALINHADA AO SAGRADO FEMININO
 É uma pesquisa desenvolvida pela artista Felícia de Castro, que gerou dentre outras criações, o curso-encontro ''Palhaças, Bem Vindas Sois Vós - estudo prático da comicidade feminina'', atividade realizada anualmente na cidade de Salvador. Pela primeira vez em Porto Alegre e Floripa, o curso abre esta edição especial, renovando o sonho consciente de despertar o riso que habita o ventre da terra. 
A Vivência alinha palhaçaria pessoal ao sagrado feminino tendo em vista que o riso - como aspecto oculto e ancestral da sexualidade feminina - sempre foi instrumento de transformação e desde tempos antigos esteve presente em ritos associados à vida e à fertilidade. A busca e desenvolvimento da palhaça e sua cena acontece aqui através do contato com aspectos do feminino que pertencem à terra fértil. Dançamos a natureza selvagem. Aprendemos a nos mover a partir da escuta dos impulsos íntimos e conectamos com nosso movimento autêntico, com o outro e com o ambiente. Acessamos a comicidade a partir de um estado de intensa consciência sensorial. Mergulhamos em um humor que não pertence ao intelecto, mas ao próprio corpo. Trabalhamos com a prática libertadora da comicidade pessoal potencializada pelo mergulho curativo no sagrado feminino. Palhaças, Bem Vindas Sois Vós é uma roda de amor que funciona como um suporte acolhedor para encarar os tocantes desafios de subverter as ordens estabelecidas, de desarmar-se, e de expor a si mesma, que regem a arte da palhaçaria. O mergulho em ambos - palhaçaria e sagrado feminino - leva a mulher a descobrir-se como uma força da natureza e a revelar a expressão da beleza exuberante e do grotesco tenebroso que é inerente à terra.
 Sinta o chamado do seu coração.

*Não é preciso ter iniciação em palhaçaria. Palhaças atuantes aproveitam o portal para criar. Palhaças recém iniciadas mergulham nesse espaço para se desenvolver.


LEIA DEPOIMENTOS DE MULHERES QUE VIVENCIARAM O CURSO

22 setembro, 2016

OUTUBRO EM SALVADOR! INSCRIÇÕES ABERTAS!!!






















Em Salvador!
Para saudar a Primavera!!! Mais uma oportunidade de vivenciar a comicidade feminina, em um mergulho intensivo, na linda Casa Guió, no rio vermelho. Muita inspiração!

Inscrições aqui http://goo.gl/forms/XY9k2Jxym0TTTaxh2

O riso sempre foi instrumento de transformação e desde tempos antigos esteve presente em ritos associados à vida e à fertilidade. A Vivência de Palhaçaria Feminina convida mulheres a aflorarem sua comicidade de maneira ousada e criativa por meio da dança, de jogos cômicos e de dinâmicas físicas e energéticas. Trabalhamos com a prática libertadora da comicidade pessoal potencializada pelo mergulho curativo no sagrado feminino. Acessamos a comicidade a partir de um estado de intensaconsciência sensorial. Acordamos um humor que não pertence ao intelecto, mas ao próprio corpo. O mergulho em ambos - palhaçaria e sagrado feminino - leva a mulher a descobrir-se como uma força da natureza e a revelar a expressão da beleza exuberante e do grotesco tenebroso que é inerente à terra.
Vivencie a cura de se descobrir bela, única e ridícula.
Crie.
Sinta o chamado.

QUANDO: 29 e 30 de outubro de 2016
HORÁRIOS: sábado e domingo 9 às 19 h
ONDE: Casa Guió (Rio Vermelho / Rua Odilon Santos n° 202)
RECIPROCIDADE: R$ 360,00
15 VAGAS
*Para mulheres acima de 18 anos

arte Nti Uirá

A primavera é quando ninguém mais espera e desespera tudo em flor
(José Miguel Wisnik)

13 junho, 2016

EM FLORIPA!!! INSCRIÇÕES ABERTAS!

foto Nti Uirá / Felícia de Castro no espetáculo Jardim

PALHAÇARIA PESSOAL ALINHADA AO SAGRADO FEMININO
É uma pesquisa desenvolvida pela artista Felícia de Castro, que gerou dentre outras criações, o curso-encontro ''Palhaças, Bem Vindas Sois Vós - estudo prático da comicidade feminina'', atividade realizada anualmente na cidade de Salvador. Pela primeira vez em Floripa, o curso abre esta edição especial, renovando o sonho consciente de despertar o riso que habita o ventre da terra.
Em uma formação de 32 horas, o curso alinha palhaçaria pessoal ao sagrado feminino tendo em vista que o riso - como aspecto oculto e ancestral da sexualidade feminina - sempre foi instrumento de transformação e desde tempos antigos esteve presente em ritos associados à vida e à fertilidade. A busca e desenvolvimento da palhaça e sua cena acontece aqui através do contato com aspectos do feminino que pertencem à terra fértil. Dançamos a natureza selvagem. Aprendemos a nos mover a partir da escuta dos impulsos íntimos e conectamos com nosso movimento autêntico, com o outro e com o ambiente. Acessamos a comicidade a partir de um estado de intensa consciência sensorial. Mergulhamos em um humor que não pertence ao intelecto, mas ao próprio corpo. Trabalhamos com a prática libertadora da comicidade pessoal potencializada pelo mergulho curativo no sagrado feminino. Palhaças, Bem Vindas Sois Vós é uma roda de amor que funciona como um suporte acolhedor para encarar os tocantes desafios de desarmar-se, expor a si mesma, e subverter as ordens estabelecidas que regem a arte da palhaçaria. O mergulho em ambos - palhaçaria e sagrado feminino - leva a mulher a descobrir-se como uma força da natureza e a revelar a expressão da beleza exuberante e do grotesco tenebroso que é inerente à terra. Sinta o chamado do seu coração.
*Não é preciso ter iniciação em palhaçaria. Palhaças atuantes aproveitam o portal para criar. Palhaças recém iniciadas mergulham nesse espaço para se desenvolver.
INSCREVA-SE AQUI PARA SELEÇÃO

LEIA DEPOIMENTOS DE MULHERES QUE VIVENCIARAM O CURSO





19 abril, 2016

Lista de Participantes da Sexta Edição do curso-encontro Palhaças, Bem Vindas Sois Vós - O Riso que Habita o Ventre da Terra

ANDREA MURILLO GÓMEZ
ANDRÉA VIEIRA DE MORAES
ATMO KAMINI
CAMILA CORDEIRO RIBEIRO
DANUBIA APARECIDA DA SILVA SANTOS
DIANE PORTELLA
FABIANA SOUZA QUINTELA
GABRIELA MATOS
LARISSA PEREIRA CARNEIRO
LISSANDRA SANTOS
LUCIANA MARIA FONTES DINIZ
MAONY FERREIRA DOS REIS
NARA DOURADO
NTI UIRÁ
PAULA LICE
SARAH CORRAL
SUZANA MIRANDA


22 março, 2016

Depoimentos de mulheres que vivenciaram o curso Palhaças, Bem Vindas Sois Vós!

"Entrei inicialmente no estudo do palhaço tensa e com muitos medos. Memórias de violência na infância e castrações me endureceram. [...] Fui adentrando no universo do palhaço e descobrindo uma forma encantadora de me expressar e ser vista. Uma abertura, disponibilidade e tranquilidade para abrir compartimentos delicados da memória e expor a outras mulheres em forma de arte, em forma de caretas, corpos estranhos, cenas, músicas e olhares. Entendi que este era o lugar das experiências de vida sofrida e das imaginações sem nome que me tomavam um tempo enorme e me tiravam concentração no dia a dia. E o corpo sofrido, numa determinada intensidade, fica cômico, ele deixa de ser algo que realmente me pré-ocupa, passo a me levar menos a sério e consigo rir de mim mesma. Com este trabalho descobri o prazer e uma forma de direcionar minha maravilhosa imaginação a serviço desta arte. Meu medo, vergonha de me expor e travações em me relacionar se dissiparam, uma coragem surgiu como um brilho que estava escondido de mim."

=====

"Fui atrás da palhaçaria e encontrei muito mais: rituais do feminino sagrado, arquétipos que empoderam, a dança como mediadora entre o mundo interno e externo, uma reconexão com a natureza e com nossa natureza mais selvagem, chaves e jogos para a integração de polaridades, tudo isso num ambiente em que a energia Yin predominou, com muito acolhimento, segurança e colo, ainda que esses gestos viessem através de um olhar ou de um aperto de mão. Fico com a sensação deliciosa de ter sido absorvida por uma experiência mágica, ou melhor, de magia. [..] no corpo e na alma ficam os registros de transmutação da energia que estava predominando. Ter movido essa energia, abrindo espaço para canalizar todo o prazer, a positividade e a entrega que há em mim, foi uma das grandes sabedorias que apreendi. Deixar fluir e não estagnar... Sem contar o aprendizado de que o corpo tem que estar quente, pulsante, mobilizado fisicamente para que esse estado seja acessado".

=====

''Nem tenho palavras para agradecer tanta intensidade nessas vivências! Percebo que esse trabalho contigo tem reforçado essa qualidade de guerreira, de alguém que tem coragem de arriscar, de se expor, de ser sensual e mãe... um re-ligare com a natureza íntima de cada uma de nós... [...] como é precioso este encontro! saber-sentir que existe em cada uma de nós essa força capaz de transformar nossos olhares sobre nós mesmas e o mundo! De fato uma caminhada para toda a vida! Percebo o quão travada estava e como já estou mais leve... e como posso ficar muuuito mais leve ainda! A dor no peito (plexo solar) passou!''


=====

"Tantas coisas tenho pra compartilhar! Tantas coisas a aprender sobre o ser humano! O universo é mesmo ilimitado! Sinto amor pelo ser humano! Posso amar a mim mesma! Aqui e em qualquer outro lugar... Este trabalho é uma pesquisa! E tem certa intensidade, demanda dedicação e compromisso! Cada edição das Palhaças Bem Vindas Sois Vós é um mundo! Uma egrégora diferente de mulheres é criado, cada uma trazendo um pouco das suas experiências de vida, sabedoria e expressões particulares. Cada uma com seu corpo, com suas limitações ou habilidades, no seu tempo, no seu tema de interesse, que não precisamos entender porque, nem julgar, só observar umas as outras, sentir e olhar. O olhar é um dos segredos do palhaço! Aprendi tantas coisas sobre o olhar! É dele que irradiamos nossos sentimentos e por ele também que vemos o resultado da criação do outro. Acho que depois de fazer tantas edições deste curso nunca tinha visto tão claramente o outro [...] Que riqueza de criatividade geramos! E estar num espaço exclusivo de mulheres nos deixa a vontade para tocar em temas que pertencem a nosso universo e que, de alguma forma, cria um clima de cumplicidade e irmandade."

=====

''Essa oficina me fez entrar em contato com as minhas convicções teatrais mais profundas, sonhos artísticos, desejos latentes. Funcionou também como uma válvula de escape para liberar tensões reprimidas. Foi um espaço de bastante liberdade! Como é bom se sentir livre, principalmente entre mulheres! [...] Acho que a sensação vivida nesse curso de conforto dentro da liberdade que vivi durante os processos de catarse é extremamente gratificante. O trabalho de autoconhecimento dentro da arte, em busca de um resultado criativo/artístico/profissional é simplesmente encantador! [...] Revivi como dançar é bom...como é bom ! Acessar a memória muscular na dança das emoções foi um trabalho de autoconhecimento bem intenso. O ser humano é infinito. [...] Muito grata: por ser quem sou, por estar nesse corpo, por ter vivido tantas emoções – olha que serão cada vez mais. Feliz de ser eu!''


=====

"Eu te agradeço a confiança que vc nos inspira para que tudo emerja. Sem esta confiança que você nos passa, com tua firmeza e sabedoria, na condução de nosso trabalho, não teríamos tanta generosidade à mesa... O curso de palhaçaria que você vem conduzindo com extrema sensibilidade, tem, a mim, possibilitado um reencontro com este campo tão meu, tão íntimo e tão abandonado. Não que eu não esteja ligada em mim. Ao contrário, tento , o máximo possível, ser eu mesma, consciente. Porém, o corpo, como matriz de nossos registros, fica de lado. E o curso, repito, tem me possibilitado este reencontro. A palhaçaria como manifestação de amor. Creio que isto todas nós sentimos. Tem sido um momento muito especial para mim de percepção e reflexão. Acho que tenho crescido bastante e estou muito feliz. 


----------

Tenho me dado cada vez mais conta do quão importante é esse processo entre mulheres. Fico grata por estar fazendo parte disso. [...] tenho me dado conta de tanta coisa que precisa ser revista nas relações sociais e nas relações intimas, todo mundo deveria experimentar um processo de palhaçaria pelo menos uma vez na vida. O mundo seria mais acolhedor e mais saudável!


--------

 [...] sinto que o curso de comicidade feminina me fez encontrar, reencontrar, resgatar, 'a bússola do amor de mim'! Nossas rodas de irmãs amorosas foram um bálsamo para minha alma... Estou muito grata a você por propiciar esta espiral de amor! Aqueles momentos são um divisor de águas para mim, pois senti no mais profundo de mim que sempre há amor, sempre houve e sempre haverá, é confiar!"


=====

"Aproveito todas as edições do curso! Tem muito material de cena que é gerado aí e todos são muito originais, porque vem do universo de cada uma. Tem muitas cenas que vem prontas e outras tantas que precisarão ser trabalhadas para virar um espetáculo ou número de palhaçaria. Lembro-me da primeira edição do curso, encontrei uma imagem: eu no anseio de ter seios maiores do que os meus. 2 anos depois esta pequena imagem se tornou um número de 11 minutos, chamado "Anseios" executado por mim e uma colega de cena, que por sinal tem seios grandes. O número é eu tentando de todas as formas aumentar meus seios para parecer igual ou maior do que o dela. Olha que cena incrível! Como fica evidente o quanto o ser humano fica bobo na ideia de se tornar algo que não é! Competimos para sermos melhores e sem aceitar nossa verdadeira natureza. Tem várias outras cenas minhas que foram geradas a partir de material do curso: a mulher barbada é também outro exemplo disso. A barba tem um significado na minha história pessoal, que representa uma figura masculina de autoridade. Na cena esta barba é minha e esta figura está desta vez em mim e não só meu rosto tem pêlos, como meu corpo tem pentelhos com proporções muito maiores e na cena os gigantescos pêlos aparecem mostrando uma sensualidade esquisita, quebrando uma rigidez e ganhando uma dança cômica. Muitas memórias durante o curso transformaram-se em riso! Na verdade se transformaram em outra coisa que não é mais "aquela coisa" é a comicidade... É fato que o riso cura! Não tenho dúvidas! E este trabalho cria um ambiente seguro para as memórias serem transformadas!"

=====

"Estou desde já muito satisfeita com o curso, pois era isso mesmo que eu estava esperando [...] mexer nas profundezas de mim mesma, sacudir, estimular, fortalecer, aprumar, intensificar, faxinar, aliviar, tirar os pesos, resgatar a leveza e a alegria primordiais, acolher, enfim, um bocado de coisas para, neste momento de mudança em minha vida, ajudar no meu processo de gestação e parto de mim mesma!"

19 março, 2016

6ª EDIÇÃO Palhaças, Bem Vindas Sois Vós! INSCRIÇÕES ABERTAS!!!

O curso-encontro anual Palhaças, Bem Vindas Sois Vós - estudo prático da comicidade feminina abre sua sexta edição renovando o sonho consciente de despertar o riso que habita o ventre da terra. Em uma formação de quarenta horas, o curso alinha palhaçaria ao sagrado feminino tendo em vista que o riso - como aspecto oculto e ancestral da sexualidade feminina -  sempre foi instrumento de transformação e desde tempos antigos esteve presente em ritos associados à vida e à fertilidade. A busca e desenvolvimento da palhaça e sua cena acontece aqui através do contato com aspectos do feminino que pertencem à terra fértil. Dançamos a natureza selvagem. Aprendemos a nos mover a partir da escuta dos impulsos íntimos e conectamos com nosso movimento autêntico, com o outro e com o ambiente. Acessamos a comicidade a partir de um estado de intensa consciência sensorial. Mergulhamos em um humor que não pertence ao intelecto, mas ao próprio corpo.Trabalhamos com a prática libertadora da comicidade pessoal potencializada pelo mergulho curativo no sagrado feminino. Palhaças, Bem Vindas Sois Vós é uma roda de amor que funciona como um suporte acolhedor para encarar os tocantes desafios de desarmar e expor a si mesma que regem a arte da palhaçaria. O mergulho em ambos - palhaçaria e sagrado feminino - leva a mulher a descobrir-se como uma força da natureza e a revelar a expressão da beleza exuberante e do grotesco tenebroso que é inerente à terra. Sinta o chamado. 

*Não é preciso ter iniciação em palhaçaria. Palhaças atuantes aproveitam o portal para criar. Palhaças recém iniciadas mergulham nesse espaço para se desenvolver. 




01 março, 2016

AGENDA JARDIM ITINERANTE

Acompanhem o projeto na nossa página no facebook:




Lauro de Freitas
Cine-Teatro de Lauro de Freitas
Apresentação do espetáculo: 8, 9, 10; 15, 16, 17, às 19h / 22, 23 e 24/03/2016, às 14h
:: R$5 (inteira) e R$2,50 (meia entrada)
:: Classificação: 14 anos

Oficina de Palhaçaria Feminina: 28, 29, 30 e 31/03/2016, às 15h
:: Inscrição Gratuita através do e-mail: palhacasbemvindassoisvos@gmail.com
:: Classificação: 18 anos

Salvador
Espaço Cultural de Alagados


Apresentação do espetáculo: Mês de abril (11, 12, 13, 14, 18, 25, 26, 27 e 28)
:: R$5 (inteira) e R$2,50 (meia entrada)
:: Classificação: 14 anos

Oficina de Palhaçaria Feminina: Mês de abril (20, 21, 22, 23)
:: Inscrição Gratuita clique aqui:
https://docs.google.com/forms/d/1d5KXAOSpFmcZ1QIdZdLNqMUfAocPhA6osP4NP-egiTQ/viewform
:: Classificação: 18 anos


Feira de Santana
Centro de Cultura Amélio Amorim


Apresentação do espetáculo: Mês de maio 
:: R$5 (inteira) e R$2,50 (meia entrada)
:: Classificação: 14 anos

Oficina de Palhaçaria Feminina: Mês de maio (datas a confirmar)
:: Inscrição Gratuita
:: Classificação: 18 anos



27 fevereiro, 2016


O ESPETÁCULO JARDIM ESCANCARA O ABSURDO DOS CONFLITOS QUE SURGEM ENTRE OS SERES HUMANOS EM SUA RECORRENTE DISPUTA POR TERRITÓRIO. NA PEÇA, SITUAÇÕES TRAGICÔMICAS OSCILAM ENTRE CENAS DE GUERRA E PAZ, AMOR E ÓDIO, UNIÃO E INVEJA, E CULMINAM SURPREENDENTEMENTE EM UMA GRANDE EXPLOSÃO FLORIDA EM CLIMA DE LIBERTAÇÃO TOTAL... UM DESFECHO ESFUZIANTE NO QUAL É REVELADO O LEMA DO JARDIM: UMA ODE À “AGRICULTURA CELESTE”! BRINCANDO COM A FASE HISTÓRICA DO MOVIMENTO HIPPIE, A PEÇA ABORDA MANIFESTAÇÕES QUE GANHARAM FORÇA NESSA ÉPOCA E INFLUENCIARAM OS RUMOS DO MUNDO COMO O PACIFISMO, O AMBIENTALISMO, O ORIENTALISMO, E O MOVIMENTO “FLOWER POWER” (PODER DAS FLORES).  NA PERSPECTIVA DO UNIVERSO FEMININO, AS PALHAÇAS BAFUDA (FELÍCIA DE CASTRO) E RICOTA (SUZANA MIRANDA) EVIDENCIAM AS LUZES E AS SOMBRAS DO SER HUMANO QUE SURGEM QUANDO SE ESTÁ EM RELAÇÃO COM O OUTRO. EVIDENCIANDO OS AFETOS COMO TEMÁTICA ESSENCIAL, O ESPETÁCULO CONVIDA A CULTIVAR UM NOVO CORAÇÃO. 


JARDIM INTEGRA A PESQUISA DE PALHAÇARIA FEMININA INTITULADA ''PALHAÇAS, BEM VINDAS SOIS VÓS!'', DESENVOLVIDA PARA ESTUDAR E DESPERTAR A COMICIDADE DE MULHERES. EM 2010, COMEMORANDO OS DEZ ANOS DO GRUPO PALHAÇOS PARA SEMPRE, A DIREÇÃO DO ESPETÁCULO FOI ASSUMIDA POR FELÍCIA DE CASTRO E A PEÇA FOI REMONTADA COM SUZANA MIRANDA. O ESPETÁCULO FOI CRIADO E ENCENADO ORIGINALMENTE POR FLAVIA MARCO E FELÍCIA DE CASTRO EM 2003 NO ÂMBITO DAS PESQUISAS DO GRUPO PALHAÇOS PARA SEMPRE. EM 2005 FOI CONTEMPLADO COM O PRÊMIO DUPLO DE MELHOR ATRIZ PARA FELÍCIA DE CASTRO E FLAVIA MARCO ANTONIO NO XII FESTIVAL NORDESTINO DE TEATRO (CEARÁ). JARDIM FEZ DIVERSAS APRESENTAÇÕES EM VÁRIAS CIDADES BRASILEIRAS, PARTICIPANDO DE FESTIVAIS COMO O FESTIVAL INTERNACIONAL DE MULHERES PALHAÇAS (SÃO PAULO), PALCO GIRATÓRIO (CEARÁ), FEVERESTIVAL (SÃO PAULO), FESTIVAL LATINO AMERICANO DE TEATRO DA BAHIA (FILTE), E MOSTRA SESC CARIRI DE CULTURA. 

01 outubro, 2015

Edição espacial do curso Palhaças, Bem Vindas Sois Vós!

*NÚMEROS CLÁSSICOS: RECRIAÇÕES NA PERSPECTIVA DA COMICIDADE FEMININA, ALUCINAÇÕES, TRANSCENDÊNCIAS, E A DANÇA QUE HÁ POR TRÁS DE TUDO ISTO.
Com Felícia de Castro    *Para palhaçAS

DIAS: 9, 10 E 11 DE OUTUBRO
HORÁRIOS: 9/10 (19 às 22 h) - 10/10 (9 às 13 h / 14 às 18) - 11/10 (9 às 13 h).
CARGA HORÁRIA: 16 h
VAGAS: 10
RECIPROCIDADE: R$ 235,00
INSCRIÇÕES: palhacasbemvindassoisvos@gmail.com 

LOCAL: no maravilhoso refúgio urbano da Casa Amarela ((Rua Curva do Vinícius, 334 E - Itapuã - Salvador - BA)
http://www.palhacasbemvindassoisvos.blogspot.com.br/
http://www.casaamarela.org/